POUSADA E CAMPING TRILHA DO MAR (82)   8891 1354

Surf na Praia do Francês

Com uma constância incrível, o pico quebra praticamente com qualquer swell e vento, sendo que nos dias certos proporciona tubos cristalinos e perfeitos de até 2,5 metros, ou mais…
São três as principais valas da praia:
1 – Fortunato: Primeiro pico da praia com ondas para os dois lados, playground para a garotada.
2 – Leprosário: Fica localizado em frente ao antigo leprosário e oferece ondas fortes e tubulares para os dois lados. Funciona com qualquer ondulação e vento. Crowd o dia inteiro.
3 – Coqueiral do Francês: A melhor onda. Com swell de sul a direita se torna o carro-chefe com os tubos mais perfeitos de que se tem notícia em todo o litoral. Onda para surfistas experientes, pois é muito oca e rápida. Se não tiver remada, o surfista certamente vai tomar uns amassos na bancada rasa de areia.
Localizada no município de Marechal Deodoro, a 25 Km de Maceió, esta é a onda mais procurada do Estado e a lei no pico é o respeito aos locais.
Se você chegar sem muita sede no “pote”, vai se surpreender com a qualidade das ondas e fazer a cabeça nos barrels e no visual do lugar.
Mas o surf alagoano não se resume ao Francês, existem dezenas de picos espalhados entre fundo de coral, de areia, algumas bancadas de outside, etc. Procure também os picos que oferecem altas ondas sem ninguém no outside para disputá-las.
Não dê mole, arme uma barca com os amigos e vá explorar os secrets spots de Alagoas, você não vai se arrepender. Onde são? Bom aí é com você…

 

“SURF O ESPORTE DOS REIS”

O Surf é um dos mais antigos esportes praticados. Reis polinésios já o praticavam há séculos atrás. Falar sobre ele é como descrever um floco de neve, para cada um existe uma forma, uma sutil beleza. Cada onda é única, não existe uma só perfeitamente idêntica à outra, o que tornam únicos os momentos de harmonia entre homem, água e prancha.

A influência do Surf sobre seus praticantes é claramente vista, pois surfar envolve um estilo de vida especial. Mesmo com o lado profissional já bastante desenvolvido, com atletas até milionários, ainda existe a porção “espiritual” do esporte, onde alguns o vêem quase como religião, outros como uma forma de arte. Outros arriscam a própria vida…

Mas o que significa surfar para quem nunca colocou os pés sobre uma prancha? Um bando de alienados? O que trazem de bom para a “sociedade”?Na verdade os surfistas têm pitadas de tudo que existe no meio que às vezes os condena. Existem diversas personalidades, perigos, influências, rebeldias, egos, no meio dessa “tribo”. Coisas do mundo atual, que por vezes distorcem a imagem do Surf.

A imagem da praia é normalmente associada ao lazer, o que torna difícil a compreensão das pessoas “de fora”. Esses vagabundos… Mas olhe bem seu dentista meio bronzeado demais, aquele advogado meio “diferente” dos outros, ou aquele artista da TV que aparece numa foto com uma prancha debaixo do braço, tem até prêmio Nobel e padre!!!… Ou simplesmente admire um profissional do surf, que “rema” contra vários preconceitos, “apenas” para poder estar ali, dentro d’água, e viver disso…

Realmente surfar é um lazer enorme, uma verdadeira terapia, e nós surfistas somos privilegiados por estarmos em contato com a natureza constantemente, coisa que o homem há muito se afasta. Você não precisa sair correndo e comprar uma prancha, até que nossas praias andam lotadas demais… mas tire de exemplo a paz de espírito, a união e o amor à vida natural dos surfistas. Proteja seu meio ambiente, proteja sua vida, proteja o oceano, que não é propriamente imenso, não é infinito como o universo, mas é infinitamente maior que nós.

Leave a Reply